Quer Participar do "Espaço do Internauta"? Envie seu vídeo para
midiajogos@yahoo.com

sábado, 31 de julho de 2010

Atualização do PS3 causa problema com disco rígido.


Painel de recomendações é uma das novidades da atualização 3.41 do PlayStation 3


Surgiram na rede algumas reclamações relacionadas ao novo firmware 3.41 para o PlayStation 3.

De acordo com alguns usuários, a atualização apresentava inúmeros problemas de incompatibilidade e travamento em consoles com discos rígidos trocados, o que aumenta sua capacidade de armazenamento.

Alguns usuários reclamam de simplesmente não terem conseguido realizar o atualização, independente da forma com que era realizado.

Em resposta a Sony afirmou que o problema não está na atualização em si e sim no uso de discos rígidos diferentes. Apesar do console oferecer a opção de atualização e melhorias esta peça, a empresa recomenda que os usuários façam o download utilizando a peça original do console, realizando a troca em seguida.

Aparentemente o problema ocorre durante o processo de gravação local do firmware, antes que ele seja aplicado devidamente no sistema.

PSP e DS não 'aguentam' "Street Fighter IV"; game sai para 3DS.


A revista japonesa Famitsu publicou uma entrevista com o produtor Yoshinori Ono, que falou mais sobre a versão para Nintendo 3DS de "Super Street Fighter IV".

De acordo com Ono, a intenção da equipe de desenvolvimento era de adaptar o game para um sistema portátil, mas até então nem o DS nem o PSP eram capazes de rodar uma versão do game que pudesse de fato satisfazer o produtor.

"Então o Nintendo 3DS nos foi mostrado e decidimos que seria possível produzir 'Street Fighter' para o sistema de maneira que o jogo pudesse oferecer tudo o que a série tem de melhor'', comentou Ono, lembrando que o game saiu para o iPhone.

Aparentemente o hardware do aparelho foi capaz de oferecer gráficos suficientemente bons, comparado à versão original disponível nos fliperamas e consoles. A comunicação via rede sem fio também chamou a atenção dos produtores, e a intenção é implementar algum tipo de sistema onde os usuários possam se comunicar por meio disto.

A intenção de Ono é poder levar até o portátil todos os 35 personagens disponíveis no original. A exibição em 3D ainda será utilizada, mas não de uma maneira que interfira diretamente na mecânica de jogo.

"Neste momento estamos em um processo de tentativa e erro, elaborando algumas ideias e observando o que funciona ou não com o 3D", comentou o produtor. "O sistema por si só será puramente 'Super Street Fighter IV', mas estamos pensando em como o 3D pode ser usado para melhorar seu visual".

Explorando possibilidades

Outro ponto discutido foi sobre como a maçanica de jogo será apresentada no novo portátil da Nintendo. A intenção do time de desenvolvimento é de manter o jogo o mais fiel possível ao original. O título terá sim algumas mudanças em sua mecânica, dada a natureza da conversão, mas não existem planos de que o título seja rebalanceado de maneira que pareça mais fácil.

Até mesmo o uso da tela sensível a toque está sendo estudado (a edição para iPhone tem essas funcionalidades, incluindo um controle virtual). Ono comenta que ela poderia ajudar na hora da execução de especiais, simulando o uso de vários botões simultaneamente. O novo direcional analógico também está dentro destes estudos e ainda não foi confirmado como ele será utilizado no jogo. Por enquanto é difícil dizer quando a versão portátil será lançada.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Nintendo divulga queda de 44% em vendas no último trimestre.


A Nintendo declarou queda de arrecadação no segmento de DS durante o trimestre encerrado em 30 de junho de 2010. As vendas do portátil despencaram 44,7%, para 3,15 milhões em uma base anual, enquanto as de software caíram 22,9%, para 22,42 milhões.

A empresa alega que as perdas foram causadas por um número menor de lançamentos no período, uma queda no preço do Nintendo DS e prejuízos substanciais com o câmbio internacional.

"Super Mario Galaxy 2" foi um dos únicos pontos positivos do período, com 4,06 milhões de unidades vendidas globalmente desde sua estreia em maio. Esse desempenho ajudou o Wii a crescer 36,6% em vendas em relação ao mesmo período do ano anterior, fechando em 3,04 mi de unidades. Já o segmento de jogos para a plataforma caiu 9,3% em vendas, para 28,17 milhões de unidades.

Para o período, a companhia declarou um prejuízo de 25,2 bilhões de ienes (US$ 291 milhões). A arrecadação caiu 25,6%, para 188,6 bilhões de ienes (US$ 2,18 bilhões) com 86,6% desse montante atribuído aos mercados fora do Japão. Isso representa um prejuízo de 70,5 bilhões (US$ 815 milhões) apenas com câmbio internacional.

"A Nintendo continua a perseguir a 'expansão da população de jogadores' baseada na ideia de colocar sorrisos em todos os rostos das pessoas oferecendo entretenimento totalmente novo que todos possam desfrutar, independente da idade, gênero ou experiência com jogos", repetiu a companhia.

PS3 diminui diferença para 3,6 milhões em relação ao X360.


Lançado em novembro de 2005, o Xbox 360 liderou essa geração por longos anos, até que o Wii, líder atual, o ultrapassou.

Em seu lançamento, o PlayStation 3 não dava indícios de que conseguiria tirar a diferença para o Xbox 360, adquirida com 12 meses de vantagem, mas os números mais recentes mostram que essa situação tem mudado.

Recentemente, a Microsoft divulgou seu relatório para o último ano fiscal, atualizando as vendas do Xbox 360 no mundo todo. Segundo a empresa, 41,7 milhões de unidades foram comercializadas desde seu lançamento. Agora, a Sony publicou dados atualizados do PlayStation 3, possibilitando uma comparação direta.

No relatório do seu primeiro trimestre do ano fiscal 2010 (1º de abril a 30 de junho), a empresa declara que as vendas acumuladas do PlayStation 3 chegaram a 38,1 milhões até a referida data. Isso coloca a diferença entre os sistemas, que já foi de quase 10 milhões, em 3,6 milhões.

No trimestre em questão, a companhia vendeu 2,4 milhões de unidades no mundo todo. A empresa planeja vender 15 milhões de consoles durante o ano fiscal completo, que se encerra em 30 de março de 2011. Veja a tabela que mostra as vendas do PlayStation 3 por trimestre e a acumulada fornecida pela Sony.

PES Shop estará de volta em "Pro Evolution Soccer 2011"


Respondendo a um usuário em seu Twitter, Jon Murphy, líder da equipe de desenvolvimento de PES na Europa, revelou o retorno da loja virtual em "Pro Evolution Soccer 2011", a próxima versão canônica da série.

Batizada de PES Shop, a seção, ausente das últimas edições, oferece aos usuários a oportunidade de habilitar itens diversos dentro do jogo, usando a moeda virtual adquirida após partidas e torneios.

Bolas diferentes, efeitos visuais, chapéus especiais de animais (cachorro, golfinho, etc.) e jogadores clássicos como Maradona, Romário, Valderrama, Roger Milla são algumas das ofertas tradicionais da loja.

Segundo Murphy, a PES Shop não apenas retorna em "Pro Evolution Soccer 2011", como também traz melhorias. Mais detalhes são esperados para o mês de agosto.

"Pro Evolution Soccer 2011" traz algumas mudanças com relação aos anteriores como uma barra de potência dos passes e chutes, que agora é representada por um medidor sobre a cabeça do jogador, e não mais na parte inferior da tela.

Outra significativa modificação está no esquema de controles. O novo Total Control, como está sendo chamado, permite passes em 360 graus. Os goleiros também tiveram uma inteligência artificial retrabalhada. O evento "Master League" conta, pela primeira vez, com uma versão online.

Libertadores da América

Anteriormente, a produtora Konami havia anunciado que adquiriu a licença para transformar a Copa Libertadores da América em um game. O torneio sul-americano é uma modalidade em "Pro Evolution Soccer 2011".

Trata-se do mais importante torneio das Américas, que vale vaga para o Mundial Interclubes. Nela, participam os vencedores de campeonatos nacionais de países como Brasil e Argentina, além de times do México, que entram como convidados. Os brasileiros confirmados são Cruzeiro, Internacional, Corinthians, São Paulo e Flamengo.

A Konami já detém a licença da UEFA Champions League, o mais importante campeonato interclubes da Europa. Essa modalidade apareceu nas edições "2009" e "2010" de "Pro Evolution Soccer".

O título está confirmado para PC, Xbox 360, PlayStation 3, Wii, PSP e PlayStation 2 e deve chegar em 2 de novembro nos Estados Unidos.

Nintendo anunciará lançamento e preço do 3DS em setembro, diz agência.


A Nintendo agendou para 29 de setembro o anúncio do preço e data de lançamento do Nintendo 3DS, portátil capaz de gerar gráficos em 3D sem a necessidade de óculos especiais.

A companhia revelou a informação à agência de notícias Bloomberg no Japão. Contudo, não se especificou se anunciará datas e preços para o mundo todo ou apenas para o mercado nipônico.

Oficialmente, o novo portátil tem lançamento confirmado para este ano fiscal, que se encerra em 31 de março de 2011. Especula-se que ele seja lançado no Japão antes do final do ano e durante o primeiro trimestre de 2011 nos EUA.

Quanto ao preço, analistas sugerem que o 3DS seja vendido entre US$ 250 e US$ 300.

Microsoft dará novo cupom de "Alan Wake" para quem usou antes do tempo.


"The Signal", o primeiro pacote de conteúdo para "Alan Wake", foi lançado esta semana na Xbox Live. O episódio é oferecido gratuitamente para todos os primeiros donos, que receberam um cupom com um código para baixá-lo pelo serviço online da Microsoft.

No entanto, quem tentou fazer o download quando o conteúdo estava indisponível, não está conseguindo reutilizar o cupom. Para corrigir o problema, a Remedy disse que "a Microsoft vai enviar novos códigos para seu e-mail na Xbox Live", embora nenhuma data tenha sido revelada.

Lançado nesta terça (27), "The Signal" é o primeiro episódio extra por download para o jogo de horror de sobrevivência da Remedy. Vendido por 560 MS Points (US$ 7), "The Signal" tem duração de cerca de 90 minutos e dá continuidade à história do jogo, que termina em aberto. A ideia, como já era de se esperar, é criar uma espécie de série interativa, em que cada capítulo traz novas informações sobre a intrincada trama do game.

Escritor em apuros

"Alan Wake" é um "thriller" psicológico da produtora de "Max Payne" em que o jogador controla o personagem que dá nome ao game, um escritor de terror que vê fatos de um livro que ainda não escreveu virar uma apavorante realidade. O game é exclusivo para Xbox 360.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Meu Espaço (07)

Blz amigos da midia jogos, vou falar do Jogo('TRINE' COMPRADO NA PSN, PARA PLAYSTATION 3),Curtam o video e comentem o jogo.


Quer Participar do "Espaço do Internauta"? Envie seu vídeo para midiajogos@yahoo.com

Sony lançará "Killzone 3" totalmente traduzido para português do Brasil.



A Sony anunciou na edição 2010 do Destination PlayStation, evento realizado para mostrar a lojisas os futuros lançamentos da empresa, que lançará o jogo "Killzone 3" totalmente localizado para o português do Brasil.

Com lançamento previsto para fevereiro de 2011, o game contará com dublagens, legendas e outros recursos disponíveis totalmente traduzidos para o português brasileiro.

O comunicado oficial à imprensa não esclarece se este será o primeiro game da Sony a contar com este tipo de tratamento.

Assim, continua existindo a possibilidade de que "Gran Turismo 5", com lançamento marcado para 2 de novembro, também chegue localizado para português, conforme sugerido por executivos da empresa.

Guerra em outro planeta

A série "Killzone" é de tiro em primeiro pessoa - com exceção da versão para PSP, com perspectiva em terceira pessoa - e conta o conflito entre humanos e os Helghasts, ancestrais que colonizaram o planeta Helghan e sofreram mutações para se adaptar às condições hostis do lugar.

A terceira versão traz uma novidade: o inédito jetpack, um equipamento voador que será utilizado para superar obstáculos e também em combate, dando nova dimensão para os tiroteios.

Depois de Japão, cartuchos regraváveis são proibidos no Reino Unido.


Uma decisão de Suprema Corte do Reino Unido tornou ilegal a importação, a publicidade e a venda de dispositivos que contornam sistemas de proteção de propriedade intelectual. É o caso de cartuchos regraváveis para Nintendo DS, que rodam jogos copiados ilegalmente.

Em sua defesa, a importadora Playables alegou que os produtos permitem a utilização de programas caseiros no portátil. O diretor Wai Dat Chan disse não conhecer e não ter razão para acreditar que os dispositivos estariam sendo usado para rodar jogos piratas.

Para a corte, o fato de os cartuchos regraváveis poderem rodar programas domésticos não serve de argumento, já que eles violam propriedades intelectuais ao contornar as medidas de segurança do videogame (dados de logotipo da Nintendo são copiados para "enganar" o aparelho).

No Japão, a comercialização de "cartuchos flash" está proibida desde fevereiro de 2009, quando a Nintendo ganhou uma ação contra empresas que importavam os aparelhos.

Inimigo parecido com Michael Jackson é retirado de"Plants vs. Zombies"


A mais recente atualização de "Plants vs. Zombies" no iPhone removeu uma das figuras mais icônicas do game. O chamado "zumbi dançarino", que carregava um visual inspirado em Michael Jackson, falecido no ano passado, foi trocado por um morto-vivo dançarino genérico.

O ocorrido se deu por problemas legais. De acordo com a produtora PopCap, o antigo zumbi dançarino teve de ser substituído a pedido dos administradores do espólio de Michael Jackson.

No game, o zumbi dançarino vem com a característica jaqueta vermelha de Michael do videoclipe "Thriller", além do penteado e um passo similar ao da mesma música. Agora, o zumbi é representado por um dançarino de discoteca comum.

A produtora confirmou ainda que todas as futuras edições do game, incluindo a já confirmada para a Xbox Live, já virão com o zumbi modificado. N o iPhone 4, o modelo mais recente do celular da Apple, a atualização trava o game. Uma correção já foi anunciada, que deve ser disponibilizada "em breve".

Zumbis no seu gramado

"Plants vs. Zombies" segue o estilo "tower defense" - em que o jogador constrói estruturas para impedir uma invasão - porém de uma maneira única, aliando ação, estratégia e muito carisma. A ideia é defender o gramado de sua casa contra zumbis apenas plantando diversos tipos de vegetais, que vão derrubar as hordas de mortos-vivos com seus ataques.

O game já está disponível para PC, Mac, iPhone e iPad. A versão de Xbox 360 sai em setembro por 1,2 mil MS Points (US$ 15). No final do ano a PopCap planeja lançar uma edição em disco para o console da Microsoft, contendo ainda "Zuma" e "Peggle", por US$ 20.

Atualização 1.09 de "Uncharted 2" traz correções e ajustes.


A produtora anunciou para hoje mais uma atualização de "Uncharted 2: Among Thieves". A atualização, versão 1.09, inclui novamente melhorias para o modo multiplayer do game.

Entre as principais novidades está a possibilidade de incluir novas vozes juntamente com "skins" de personagens a serem lançadas no futuro. Além disso, a atualização melhora o sistema do game, impedindo que jogadores se beneficiem dos "exploits", brecha do sistema que permite vantagens indevidas.

A atualização conserta a habilidade dos jogadores de lançar para muito longe os tesouros na modalidade Plunder do multiplayer. No modo Elimination, o dinheiro obtido ao eliminar um adversário foi aumentado para $ 750.
Agora os programadores da Naughty Dog também podem modificar mais facilmente a quantidade de dinheiro obtido por cada medalha em qualquer modalidade. Com isso, algumas medalhas tiveram seu valor alterado. A atualização já está disponível em todas as regiões.

Exclusiva para PlayStation 3, a continuação de "Uncharted: Drake's Fortune" entra novamente no clima de filmes de ação com exploradores, como "Indiana Jones", mas a produtora afirma que melhorou o sistema de combate, principalmente no de corpo-a-corpo. Se o primeiro jogo era essencialmente single-player, a continuação também investe em modalidades multiplayer, para até dez jogadores na opção competitiva e três na cooperativa.

NOVOS VALORES DE MEDALHAS

Medalha Valor

Tip Off 1 mil
Captured 4 mil
That's Embarrassing 10 mil
Protectorante 2 mil
No Cigar 2 mil
Drop It 1 mil
None Shall Pass 5 mil
Expansionist 5 mil

Kinect e jogos de combate aéreo não combinam, diz Ubisoft.



Segundo a produtora francesa Ubisoft, o Kinect, periférico da Microsoft que promete uma nova forma de interação com os jogos, não é ideal para títulos de combate aéreo. A empresa alega que o gênero ainda precisa de controles com botões.

A afirmação vem diretamente do diretor de narrativa de "H.A.W.X 2", Edward Douglas. Ele disse ao site CVG que perder o controle por botões no gênero põe em risco sua "autenticidade".

"Minha opinião é que botões são necessários para controlar um avião", disse ele. "Por que você se distanciaria desse tipo de autenticidade?", argumenta.

Se por um lado o acessório da Microsoft recebeu muitos elogios por sua inovação, por outro vem ganhando algumas críticas de jogadores por conta de sua suposta incompatibilidade com 'jogos hardcore'. A Microsoft prometeu recentemente que jogos destinados a esse público serão lançados dentro de 18 meses ou mais.

O Kinect é um acessório que permite controlar a interface e games do Xbox 360 através de gestos corporais e comandos de voz está previsto para sair nos Estados Unidos em 4 de novembro por US$ 149,99.

Zeebo recebe clássicos "Bad Dudes" e "Heavy Barrel"


O Zeebo custa R$ 299 no Brasil.

O videogame Zeebo tem mais dois games em seu catálogo online: trata-se dos games clássicos da Data East "Bad Dudes vs. Dragon Ninja" e "Heavy Barrel". Já disponíveis, os jogos custam R$ 12,90 cada um.

O primeiro é um título de ação, combate e plataforma em que os jogadores assumem o papel de dois lutadores que enfrentam hordas de ninjas para salvar o presidente dos Estados Unidos.

Já "Heavy Barrel" é um jogo de tiro com visão do alto em que se assume o papel de um soldado que tem como missão derrotar terroristas que têm em mãos mísseis nucleares e representam um perigo para a humanidade.

O Zeebo é um videogame que não usa mídia física: seus jogos são baixados através de uma rede 3G (no Brasil e no México, o console usa infraestrutura da operadora Claro), com preços que variam entre R$ 9,99 e R$ 29,99 por título. O aparelho sai por R$ 299, e está a venda nas principais lojas de varejo do Brasil.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Erro da Valve provoca banimento de 12 mil jogadores inocentes.


O software antitrapaça da Valve inserido na plataforma Steamworks obteve um resultado indesejado: nas últimas duas semanas, por um erro no sistema, mais de 12 mil jogadores legítimos de "Call of Duty: Modern Warfare 2" foram banidos da rede da Valve.

Reconhecidos como "cheaters" (trapaceiros), os jogadores são, na verdade, não usaram modificações ou meios extras de se sobressair sobre outros, o que não os deixou nem um pouco satisfeitos.

Gabe Newell, diretor da Valve, disse que "o problema era que o Steam pode falhar na checagem entre uma DLL da versão em disco e aquela residente na memória".

De todo jeito, Newell comentou que "foi um erro da Valve e que estava se desculpando por qualquer frustração causada aos jogadores". Como desculpa, a companhia enviou aos injustiçados uma cópia gratuita do game "Left 4 Dead 2".

Nova atualização de sistema do PlayStation 3 está no ar.


Painle de recomendações é uma das novidades da atualização 3.41 do PlayStation 3


Por meio do blog oficial do PlayStation, a Sony revelou uma prévia da nova atualização do firmware do PlayStation 3, de versão 3.41.

A primeira novidade desta atualização, e única até então, é a inclusão de um sistema de sugestão de conteúdo na PlayStation Store, a loja online do console.

Funciona da seguinte forma: ao acessar a página de um conteúdo para comprá-lo o usuário é recebido com uma janela flutuante mostrando produtos relacionados que ele também pode gostar.

Segundo Eric Lempel, vice-presidente da rede de operações de rede da Sony, comentou no blog que "esta é uma boa oportunidade para descobrir novos jogos que você pode não conhecer e um passo a frente para melhorar a experiência de compra para todos os usuários - similar ao sistema de avaliação com um total de cinco estrelas adicionado na última atualização".

O novo firmware já está disponível. Por enquanto, o sistema de sugestões é a única novidade confirmada. Em nota relacionada, a Sony revelou que o PSP também receberá uma atualização - de versão 6.31 - que apenas melhora a estabilidade do sistema com alguns títulos.

"Star Wars: The Old Republic" também terá combates espaciais com naves.



A BioWare confirmou durante sua apresentação na Comic-Con deste ano a presença de combates no espaço no novo "Star Wars: The Old Republic". De acordo com um dos produtores do game, este elemento foi incluído para que o título ofereça um tipo de combate diferente daqueles mostrados apenas em solo.

"No combate espacial, você voa com sua nave pessoal para vários pontos específicos no seu mapa da galáxia. Lá será possível abrir caminho com lasers em um campo de asteroides, destruir naves inimigas, fragatas, destroieres e uma grande variedade de outros obstáculos que permitirá que os jogadores lembrem-se de algumas grandes batalhas mostradas durante a série Star Wars", comentou Sean Dahlberg, gerente de comunidade do game.

A má notícia é que, apesar de já anunciado, o sistema de combates no espaço só estará disponível após o lançamento da primeira expansão, que ainda não tem data para sair. Enquanto isso, a revista americana PC Gamer confirmou que divulgará informações inéditas sobre o título em sua edição de outubro, possivelmente oferecendo detalhes deste novo sistema.

Em "Star Wars: The Old Republic", o jogador explora uma era ambientada milhares de anos antes da ascensão de Darth Vader, quando a guerra entre a Velha República e o Império Sith dividiu a galáxia. É possível jogar com uma variedade de papéis clássicos de "Star Wars", definindo uma história pessoal e trilhando um caminho pelo lado do bem ou do mal. Com o passar do tempo, formar alianças e parcerias com outros jogadores se torna uma possibilidade atraente, sendo possível lutar ao lado deles ou até mesmo traí-los.

O game está previsto para sair no segundo trimestre de 2011 no PC.

PS3 chega ao Brasil até outubro, sugere executivo; veja entrevista.

Veja a entrevista completa com Anderson Gracias


Anderson Gracias, gerente da divisão PlayStation da Sony Brasil, sugeriu que o PlayStation 3 chega ao Brasil antes do Dia das Crianças, que acontece em 12 de outubro. O controle de movimentos PS Move terá lançamento simultâneo com o resto do mundo e o PSP deve aparecer pouco antes do Natal.

As revelações foram feitas em entrevista concedida com exclusividade para UOL Jogos, na qual Anderson respondeu a perguntas enviadas por leitores do site.

O executivo explicou também que a rede online PlayStation Network será implantada em três fases diferentes no Brasil. O serviço contará com venda de jogos, conteúdos adicionais, material produzido no Brasil e há intenção também de disponibilizar vídeos e seriados.

Sobre games em português, Anderson afirma que eles vão existir. Não há previsão de qual será o primeiro game, mas "Gran Turismo 5" continua como uma possibilidade. Aliás, mesmo que não saia com português do Brasil, "GT5" pode chegar ao Brasil com português de Portugal. Ainda sobre o simulador de corrida, ele comenta que haverá campanha de divulgação maior do que a realizada para "God of War III". Estão planejados quiosques de demonstração em lojas que permitem experimentar o jogo em 3D e também em cockpits com volantes.

Sobre a venda de jogos no país, o gerente revela que "God of War III" já vendeu mais de 45 mil unidades. Além disso, revela também que a Sony Brasil que subsidia o preço dos discos no Brasil e que futuramente os jogos do console serão fabricados no Brasil.Fonte Uol jogos.

Exclusivo para Xbox 360, "Crackdown 2" chega ao Brasil por R$ 159.


A Microsoft do Brasil anunciou o lançamento de "Crackdown 2", game de ação exclusivo para Xbox 360. Classificado como não recomendado para menores de 18 anos pelo Ministério da Justiça, o título chega por R$ 159.

No momento da reportagem, apenas o site Americanas.com tinha o game disponível para pronta entrega.

Como o primeiro título, "Crackdown 2" é ambientado em Pacific City, mas com uma grande diferença: em uma missão do game original, o personagem inadvertidamente expôs a metrópole a um vírus que provoca mutações nas pessoas, tornando-as sedentas de sangue e violentas.

A cidade conta com aspectos que prometem trazer mais variedade ao estilo de jogo, como missões em fases subterrâneas para enfrentar mutantes sensíveis à luz - o que quer dizer que as ruas de Pacific City serão consideravelmente mais perigosas à noite. O jogador pode evoluir cinco atributos de seu herói durante o game, mas desta vez isto traz habilidades e equipamentos extras.

Alice Cooper encabeça nova lista de canções de "Guitar Hero: Warriors of Rock"


Guitarrista e vocalista comentam "2112" em novo "Guitar Hero"


A Activision revelou mais canções confirmadas no setlist de "Guitar Hero: Warriors of Rock", novo título da popular série de jogos musicais.

Entre as novidades, Alice Cooper é um dos destaques. O astro do rock regravou "No More Mr. Nice Guy", um de seus clássicos, para o jogo.

"Eu sou um guerreiro do rock!", comentou Cooper em nota oficial. "Fãs mais jovens tendo contato com os verdadeiros clássico do rock é uma das minhas cruzadas pessoais", adicionou.

"Ter um novo público ouvindo os clássicos atualmente, como 'No More Mr. Nice Guy', vai me ajudar a escrever as músicas clássicas do futuro", concluiu o vocalista. Além de Cooper, as meninas da banda The Runaways - que contou com participantes como Lita Ford, Joan Jett e Cherie Currie - regravaram o clássico "Cherry Bomb" para o game.

Outras novidades da lista incluem Ramones, Deep Purple, Lynyrd Skynyrd, White Stripes, Steve Vai e Pantera.

Guerreiros do alto volume

"Guitar Hero: Warriors of Rock" importa canções dos games anteriores - "World Tour", "Smash Hits" e "Guitar Hero 5" - e de "Band Hero". Eventuais conteúdos por download antigos também poderão ser utilizados nesta versão, com exceção das músicas do guitarrista Jimi Hendrix, já que estas tem agora exclusividade com a série "Rock Band".

Não haverá mais celebridades jogáveis, mas astros do rock aparecerão durante a história para auxiliar o jogador. Os personagens tradicionais, como Axel Steel, Johnny Napalm e Judy Nails estão presentes, e podem se transformar em feras. Lars Ümlaüt, por exemplo, se transforma num demônio similar a um porco, fazendo referência a "War Pigs", clássico do Black Sabbath.

"Guitar Hero: Warriors of Rock" está previsto para sair em 28 de setembro para Xbox 360, PlayStation 3 e Wii.

Confira a lista de novas músicas adicionadas ao game:

. Alice Cooper - "No More Mr. Nice Guy"
. Alter Bridge - "Ties That Bind"
. Atreyu - "Ravenous"
. Bad Brains - "Re-Ignition (Live)"
. Blue Öyster Cult - "Burning For You"
. Bush - "Machinehead"
. Deep Purple - "Burn"
. Edgar Winter - "Free Ride"
. Five Finger Death Punch - "Hard To See"
. George Thorogood and The Destroyers - "Move It On Over (Live)"
. Lynyrd Skynyrd - "Call Me The Breeze (Live)"
. Pantera - "I'm Broken"
. Poison - "Unskinny Bop"
. The Ramones - "Theme From Spiderman"
. Rise Against - "Savior"
. The Runaways - "Cherry Bomb"
. Steve Vai - "Speeding"
. Strung Out - "Calling"
. Styx - "Renegade"
. Sum 41 - "Motivation"
. Them Crooked Vultures - "Scumbag Blues"
. The White Stripes - "Seven Nation Army"

Apenas edição "Gold" de "Resident Evil 5" terá suporte a Move, diz Sony.


Por meio do blog oficial do PlayStation, a Sony publicou uma prévia da mecânica de jogo de "Resident Evil 5: Gold Edition" com o PlayStation Move, o controle com sensor de movimentos do PlayStation 3.

A principal novidade revelada, porém, é uma má notícia para os donos do game original. A atualização que compatibiliza o game com o novo controle será lançada apenas para a versão "Gold Edition" ("Alternative Edition" no Japão). Desta forma, o "Resident Evil 5" original não é compatível com a novidade, "por motivos técnicos".

"As primeiras versões e a 'Gold Edition' têm códigos bem diferentes, sendo que esta foi desenvolvida para ter futuro suporte ao Move em mente", afirmou Sid Shurman, especialista sênior em mídias sociais do blog do PlayStation.

A atualização gratuita está prevista para 19 de setembro nos Estados Unidos e permite que os jogadores utilizem o Move para mirar e atirar no game de ação e horror da Capcom. O PlayStation Move promete aprimorar a mira dos jogadores no game, graças à precisão do novo controle, além de permitir utilizar o golpe com faca apenas com o movimento dos braços.

"Resident Evil 5" coloca novamente o jogador no controle de Chris Redfield, protagonista do primeiro jogo, em uma missão na África. Para auxiliá-lo, o agente conta com a ajuda de Sheva Alomar, nova personagem que se junta ao hall de heroínas da série. A edição "Gold" do título vem com diversos extras, como dois capítulos adicionais e roupas para os personagens.

"FIFA 11" para Wii terá exclusivo modo de 'futebol de rua'


A Electronic Arts anunciou uma modalidade exclusiva para a edição de Wii de "FIFA 11". Em vez de times de 11 jogadores, essa modalidade traz equipes de 5 integrantes, e as partidas são realizadas em espaços públicos.

A descrição da companhia sugere algo similar à série "FIFA Street", que teve games lançados em 2005 e 2006, para PlayStation 2, Xbox e GameCube.

Na modalidade de rua, as paredes são usadas para driblar os oponentes, e cada jogador tem um estilo distinto. Com uma "pegada" mais para jogo de fliperama, existem medidores de energia que permitem realizar chutes mais potentes, correr mais rápido ou até mesmo soltar ondas de choque.

Os cenários incluem locais como Inglaterra e França, além do Brasil, é claro, afinal, esse é o país do futebol. A trilha sonora também reflete a cultura de cada localidade no mundo. As regras são mais variadas: há uma opção em que o vencedor é determinado pelo primeiro a marcar gol e outra em que a diferença no placar deve chegar a certa pontuação, por exemplo.

No Wii, "FIFA 11" está previsto para sair em 4 de outubro nos Estados Unidos.

Microsoft promete jogos 'hardcore' para Kinect em 18 meses.


Apesar de seus recentes esforços para promover o Xbox 360 para o público casual, a Microsoft garantiu que não vai abandonar os jogadores "hardcore" (entusiastas de videogames). A companhia anunciou recentemente um novo modelo Xbox 360 Arcade de 4 GB, e vai lançar o Kinect no final do ano.

Os primeiros títulos para o acessório são voltados para o segmento casual, mas a empresa promete que jogos destinados ao público "hardcore" começam a sair dentro de 18 meses.

"Certamente na fase de lançamento e neste Natal em particular eu acho que você verá experiências para o Kinect que puramente terão apelo para audiências jovem/mais velha/família/feminina que eu descrevi antes", disse Chris Lewis, chefe do Xbox para a Europa, Oriente Médio e África, ao site GamesIndustry.biz

"Eu vou dizer de novo, com risco de parecer como um disco arranhado, mas que isso não significa de forma, modo ou jeito algum que nós vamos abandonar o público 'hardcore' - por isso, durante a conferência na E3, por exemplo, gastamos uma boa parte do tempo com 'Halo: Reach', 'Gears of War' [3] e 'Fable' [III]. E há mais vindo da gente e de nossas parceiras independentes", declarou.

"Veremos mais dessas experiências híbridas chegando, em que você pode complementar com o que ostensivamente é uma experiência baseada em um controle com gestos, voz e movimento físico? Sim, eu penso que isso acontecerá. Eu acho que há uma parte em comum lá, uma boa e uma lógica", afirmou o executivo.

"Digo mais uma vez, sem comprometer a experiência, tendo certeza de que incrementa e traz vantagens gerais para a experiência, então você verá esses tipos de experiências chegando com o tempo. E, além do mais, eu acho que todos os tipos diferentes de experiências com jogos que você descrever se tornarão disponíveis após os próximos 18 meses ou mais", concluiu.

O Kinect é um controle com sensores que permite comandar os games através de gestos e voz, e está previsto para sair nos Estados Unidos em 4 de novembro, por US$ 149,99.

domingo, 25 de julho de 2010

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Meu Espaço (06)

Olá amigos da midia jogos, vou falar do Jogo(LOST PLANET para Xbox360),Curtam o video e comentem o jogo.


Quer Participar do "Espaço do Internauta"? Envie seu vídeo para midiajogos@yahoo.com

"LittleBigPlanet 2" sai em 16 de novembro.



Por meio do blog oficial do PlayStation, a Sony confirmou a data de lançamento para "LittleBigPlanet 2". O game chega no dia 16 de novembro nos Estados Unidos, com diversos brindes para os jogadores que optarem pela edição de colecionador.

Por US$ 79,99, os jogadores podem adquirir a edição especial, que tem lançamento programado para a mesma data.

Esta edição inclui um Sackboy de pelúcia com 18 centímetros de altura, um suporte de livro temático, cinco avatares para a PlayStation Network e 11 roupas extras por download, inspiradas nos personagens da Disney, Pixar e Insomniac, como Gonzo (Muppets), guerreiro de Tron, alienígena de "Toy Story", Ratchet & Clank, Jak & Daxter, além de quatro animais distintos.

Aqueles que optarem pela edição normal em determinadas lojas receberão roupas diferentes. O extra de Ratchet & Clank vem da pré-venda na Amazon, enquanto a BestBuy oferece a roupa do alienígena de "Toy Story" juntamente com os animais. Por fim, os compradores da GameStop recebem também o pacote de animais e a roupinha de Tron.

Sackboy em novas aventuras

Exclusivo do PlayStation 3, o game agora conta com um enredo mais desenvolvido, narrando a saga do pequeno Sackboy ao ser sugado por um aspirador interdimensional, indo parar em um local escuro e sinistro. Lá ele é salvo por Larry Da Vinci, líder de um grupo chamado A Aliança, que combate uma entidade conhecida como O Sugador, antes que ele destrua todo o cosmos.

O título também é conhecido por ser uma ferramenta de criação de games, e este conceito foi expandido nesta segunda edição. Agora é possível fazer games de diversos gêneros, não se limitando aos de plataforma como o primeiro jogo.

Mega Man 'feioso' de capa americana estará em "Universe"



Na Comic-Com de San Diego, Keiji Inafune, criador da série "Mega Man", revelou alguns detalhes adicionais sobre "Mega Man Universe", novo capítulo na saga do robô azul que promete renovar a franquia.

Ao que parece, o game terá várias versões do personagem, inclusive aquele retratado na capa norte-americana do primeiro game, para NES.

Durante a conferência com fãs, Inafune comentou que o game "deixará você jogar com o Mega Man dos seus sonhos". Para o criador, o título começou de um misto de ideias. "O conceito de 'Mega Man Universe' veio de uma ideia do que é o personagem e o que ele significa para pessoas distintas", disse.

"Seja você uma pessoa que começou a jogar a série em 'Mega Man 2' ou com 'Mega Man X'. Todos têm uma ideia única do que Mega Man é", complementou Inafune. Ele explicou ainda que o título apresenta outros heróis da Capcom, como Ryu de "Street Fighter" e Arthur de "Ghosts 'n' Goblins", como vistos no trailer. "O Mega Man feioso da capa americana do primeiro jogo também está presente", acrescentou.

"'Universe' vai unir os fãs de Mega Man de todo o planeta para jogarem juntos em um só lugar. Espere por algumas novidades adicionais para muito breve", finalizou Inafune. A Capcom não mostrou nenhum vídeo ou imagem do game em si, mas o produtor falou que a equipe atualmente trabalha arduamente para revelar algo o mais rápido o possível.

Na despedida da conferência, Keiji Inafune prometeu ainda que os fãs podem esperar por uma novidade "muito requisitada". Neste momento, os participantes gritaram o nome de vários games de "Mega Man" que eles queriam, inclusive "Mega Man Legends 3". Inafune apenas sorriu e se despediu.


A capa do primeiro "Mega Man" é uma das piores da história dos games

Aventura oitentista

"Mega Man Universe" não tem detalhes oficiais sobre mecânica de jogo ou estilo gráfico, mas a Capcom liberou um curioso trailer em que se vê que tipo de proposta o jogo carrega. O vídeo traz Mega Man em combate com seus clássicos inimigos em um cenário que remete aos anos 80, década em que o primeiro game da série foi lançado.

O estilo gráfico do trailer é de animação em "stop motion", também com elementos de videogame 8 bits. Mas não se sabe se o jogo segue esta estética. Outra surpresa mostrada na prévia é a participação de Ryu ("Street Fighter") e Arthur ("Ghosts 'n Goblins"), bem como referências a outros jogos da Capcom, como "1942", "Final Fight", "Magic Sword", "Darkstalkers" e "Bionic Commando".

"Mega Man Universe" sai para Xbox 360 e PlayStation 3, via distribuição digital, ainda sem data de lançamento confirmada.

"Super Street Fighter IV" de teste para arcade sugere 2 novos lutadores.



Em anúncio japonês sobre a versão para fliperamas de "Super Street Fighter IV", a Capcom deu a entender que novos lutadores poderiam aparecer nesta edição. Estes seriam personagens inéditos em relação aos consoles.

Agora, o jogador que se identifica como Yoshizo715 alega ter testado a máquina com o game no Japão, enviou uma foto para seu Twitter, que mostra dois espaços extras, um de cada lado da tela, na seleção de personagens.

O jogador alega não foi possível mover o cursor para os espaços em branco, por isso não conseguiu descobrir se são realmente novos personagens ou algum tipo de espaço sobressalente da versão ainda não finalizada do game nos fliperamas.

Vale lembrar que o "Street Fighter IV" original recebeu lutadores inéditos quando foi dos fliperamas para os consoles. Aparentemente, a Capcom pretende fazer o caminho inverso desta vez. A companhia ainda não confirmou as informações.

"Super Street Fighter IV" é uma edição melhorada de "Street Fighter IV", cuja maior novidade desta versão é o acréscimo de dez personagens a mais, incluindo dois inéditos: a praticante de taekwondo Juri e Hakan, que tem o yagli gures (luta-livre turca) como disciplina. O game também traz golpes inéditos para os lutadores já existentes e diversas melhorias nas partidas online e mecânica de jogo, visando a tornar as lutas mais equilibradas.

"H.A.W.X. 2" chega à Europa em 7 de setembro.



A Ubisoft confirmou a data de lançamento de "H.A.W.X. 2", game da linha "Tom Clancy" que coloca os jogadores no controle de avançados aviões de combate. De acordo com a empresa, o título será lançado na Europa no próximo dia 3 de novembro para PC, Xbox 360 e PlayStation 3.

Como os jogos nos Estados Unidos costumam sair às terças-feiras, o simulador pode chegar às prateleiras ou no dia 31 de agosto ou 7 de setembro.

"Esse novo jogo de 'H.A.W.X.' foi diretamente inspirado pelos livros de Tom Clancy e permitirá aos fãs ter a experiência, a adrenalina e a intensidade que tornou 'H.A.W.X.' uma marca de sucesso", disse Bogdan Bridinel, produtor do game. De acordo com a Ubisoft, o primeiro game vendeu mais de um milhão de cópias.

O primeiro "H.A.W.X." é um simulador de combate entre aviões de guerra que traz 50 modelos de aeronaves. Ambientando em 2012, o game parte da premissa de que o mundo ficou cada vez mais dependente de companhias militares privadas. Os conflitos se estendem pelo globo, com combates no Cabo Canaveral, Oriente Médio e até o Rio de Janeiro. Para as imagens aéreas, foram utilizadas fotos de satélites, segundo a produtora Ubisoft

"Zelda: Skyward Sword" acontece antes de "Ocarina of Time"



Os jogos da série "The Legend of Zelda" nunca tiveram uma cronologia bem definida. Ainda assim, o produtor do novo "The Legend of Zelda: Skyward Sword" revelou detalhes sobre em que parte o game se encaixa na série.

De acordo com Eiji Aonuma, a história deste novo título antecede os eventos de "Ocarina of Time", um dos mais queridos games da saga.

"Sim, existe uma cronologia oficial, mas trata-se de um documento confidencial!", comentou Aonuma à Official Nintendo Magazine dos Estados Unidos. "As únicas pessoas que têm acesso a este documentou sou eu, o sr. Miyamoto e o diretor do título em questão. Não podemos compartilhar isso com mais ninguém!", afirmou Aonuma, criando certo mistério em cima da série.

Ele explica que a equipe sempre precisa definir em que parte o game se enquadra dentro da série, ainda que seja difícil definir exatamente quem veio primeiro. Por enquanto não se sabe se o conteúdo da história fará algum tipo de menção aos acontecimentos de "Ocarina of Time", lançado originalmente no Nintendo 64.

Combates apurados

"The Legend of Zelda: Skyward Sword" está em desenvolvimento tendo o Wii MotionPlus como base, com um visual mais colorido e bonito. Entre suas principais novidades estão o controle inovador a partir do acessório e a forma como interagimos com cenário, itens e inimigos. Agora, o jeito de manejar a espada é crucial para enfrentar os oponentes. Há inimigos que só podem ser derrotados com um corte lateral, por exemplo.

Outra novidade é o uso de um tipo de besouro controlável que Link solta pelo cenário e o acompanha para coletar itens de difícil alcance ou até atacar inimigos. Este "bichinho" é controlado pelo Wii Remote, em terceira pessoa. Obviamente, outros elementos clássicos estarão de volta no game, como o uso de bombas e o arco e flecha.

"The Legend of Zelda: Skyward Sword" está previsto para sair no começo de 2011.

Sega também fará game de filme de "Thor"


A Sega anunciou a produção de "Thor: The Video Game", título inspirado no filme do personagem da Marvel Comics, com estreia marcada para 2011, para PlayStation 3, Xbox 360, PSP, Wii e Nintendo DS. De acordo com a nota da editora, três edições distintas do jogo estão em produção, cada uma direcionada a um tipo de plataforma.

No Xbox 360 e PlayStation 3 o game prevê uma edição focada na aventura em terceira pessoa, com combate corporal, movimentos com o característico martelo de Thor e poderes dos elementos na natureza, típico do deus do trovão. O game também conta um sistema de evolução para somar novos golpes e aumentar os poderes do personagem ao longo da história.

No Wii e no PSP a coisa muda um pouco de figura, com o game mantendo a mesma história, mas contada com um visual mais caricato, voltado para história em quadrinhos. Esta versão apresenta também diálogos e cenas de corte, localidades e níveis especiais de voo diferenciados. No Wii, o combate tira vantagem do sistema de controle com sensor de movimento do console.

Por fim, o Nintendo DS conta com uma edição totalmente inédita em relação aos outros aparelhos, com uma aventura de plataformas em 2D. A Sega, porém, ainda não definiu quais são os estúdios responsáveis por cada versão.

A companhia informa ainda que o roteirista de quadrinhos Matt Fraction é o consultor do enredo do game, mas não especificou se ele supervisiona todas as versões. A história mostrará Thor em Asgard, a capital dos deuses nórdicos, utilizando seu martelo Mjolnir para derrotar forças malignas. O game sai em 2011, próximo do filme.

Deus do trovão

Thor, o deus do trovão, é a versão da Marvel Comics para o famoso deus nórdico. Criado por Stan Lee em 1962, o personagem está para receber o tratamento cinematográfico pelas mãos do ator e diretor Kenneth Branagh. O longa-metragem estreia no dia 6 de maio de 2011. O elenco conta com Chris Hemsworth (Thor), Tom Hiddleston (Loki), Anthony Hopkins (Odin), Natalie Portman (Jane Foster), Ray Stevenson (Volstagg), Tadanobu Asano (Hogun), Jaimie Alexander (Sif) e Idris Elba (Heimdall).

Lanterna Verde também terá game baseado em filme.


Depois de a Sega ter anunciado um game baseado em Thor, a Warner Bros. Interactive Entertainment, em parceria com a DC Entertainment, divulgou que está produzindo um jogo de "Green Lantern: Rise of the Manhunters", inspirado no icônico super-herói Lanterna Verde, dos quadrinhos DC Comics.

O título está previsto para meados de 2011, no PlayStation 3, Xbox 360, Wii e Nintendo DS.

"Rise of the Manhunters" pega carona no filme do personagem, que chega aos cinemas também no próximo ano. O game coloca os jogadores para utilizarem todo o poder do Lanterna Verde, criando construtos e voando pelo espaço sideral com o auxílio do mais poderoso armamento do herói: o Anel do Poder.

"'Green Lantern: Rise of the Manhunters' concede aos jogadores a chance de viver no mundo do Lanterna Verde e explorar sua mitologia de forma interativa, indo além dos eventos mostrados no filme e nos quadrinhos", comentou Samantha Ryan, vice-presidente de produção e desenvolvimento da Warner Bros. "O game é o primeiro a ser estrelado pelo personagem da DC Comics e estamos animados para dar esta oportunidade aos fãs, que vão utilizar o Anel do Poder em toda a mecânica de jogo".

O jogo está a cargo da Double Helix Games (de "Silent Hill: Homecoming") nas versões para Xbox 360, PlayStation 3 e Wii, enquanto a edição para Nintendo DS é de autoria da Griptonite Games (de "Assassin's Creed: Bloodlines").

No dia mais claro, na noite mais densa

O dia 17 de junho de 2011 marca a estreia do filme do Lanterna Verde nos Estados Unidos. A produção narra a história de Hal Jordan, um piloto de testes que certo dia tem um encontro inesperado com o alienígena Abin Sur, que está a beira da morte e lhe concede o Anel do Poder da Tropa dos Lanternas Verdes, para que tenha forças ao combater o terrível mal que abala o universo, Parallax.

"Lanterna Verde" conta com Ryan Reynolds (Hal Jordan) no papel principal. Completam o elenco Blake Lively (Carol Ferris), Peter Sarsgaard (Hector Hammond), Mark Strong (Sinestro), Temuera Morrison (Abin Sur), Jon Tenney (Martin Jordan) e Angela Bassett (Amanda Waller). A direção é de Martin Campbell.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Jogos em 3D para PS3 estão limitados a 720 linhas de resolução.


A Sony liberou recentemente um guia que estipula quais são os padrões de desenvolvimento para os jogos que utilizam a tecnologia de exibição em 3D estereoscópico no PlayStation 3.

De acordo com o documento, os títulos feitos com esta premissa não deverão exceder a resolução de 720p. Apesar da estipulada limitação, o console é capaz de exibir jogos em resoluções maiores, como a de 1080p, ao mesmo tempo em que processa imagens em 3D.

De acordo com Simon Benson, executivo da empresa, limitar o uso da resolução máxima permite que os desenvolvedores foquem na exibição em 3D com a melhor qualidade possível, ao mesmo tempo em que oferecem uma taxa de quadros alta, com maior fluidez de movimento.

Isso significa que mesmo jogos que rodem nativamente em 1080p, como "Super Stardust HD", serão exibidos em 720p quando em 3D, ainda que o console tenha capacidade de promover ambas as possibilidades de maneira simultânea.

O uso de recursos extras para a exibição em 3D não é algo relacionado somente ao PlayStation 3. Houve recentemente uma discussão em torno do hardware do Nintendo 3DS, novo portátil da Nintendo.

Alguns membros da indústria que com as capacidades de processamento do novo portátil seria possível apresentar simulação de físicas e gráficos ainda melhores, caso o sistema de 3D não estivesse em uso. Faz sentido: para produzir o efeito de tridimensionalidade é preciso mostrar duas imagens, uma para cada olho, e isso, naturalmente, requer o dobro de processamento de um título "comum", sem 3D.

"Red Dead Redemption" é o mais vendido nos EUA no 1º semestre.


Líder em maio e em junho, "Red Dead Redemption", game de aventura com temática de Velho Oeste da Rockstar Games foi, segundo o NPD Group, foi o jogo mais vendido dos Estados Unidos no primeiro semestre.

Com quase 2,5 milhões de unidades comercializadas desde seu lançamento em maio, o jogo de ação vem deixando outros peso-pesados para trás também nas vendas acumuladas para o ano, como "New Super Mario Bros. Wii", "Battlefield: Bad Company 2" e "Pokémon SoulSilver".

Já vendas por edições individuais, a Nintendo domina nos seis primeiros meses do ano com "New Super Mario Bros. Wii" encabeçando a lista. "Pokémon SoulSilver" (DS) aparece em segundo, à frente da versão Xbox 360 de "Red Dead Redemption". Mas, combinando as duas versões, ficam em primeiro no ranking de todas as plataformas.

Alguns dados são interessantes: "Call of Duty: Modern Warfare 2", apesar de ter saído em novembro de 2009, vendeu mais no primeiro semestre deste ano que "Battlefield: Bad Company 2", que saiu em março último. E "Mass Effect 2", um dos títulos mais aguardados da temporada, não aparece nos dez primeiros lugares.

TOP 10 NO 1º SEM. DE 2010 POR PLATAFORMA INDIVIDUAL
1 Wii New Super Mario Bros. Wii
2 DS Pokémon SoulSilver
3 X360 Red Dead Redemption
4 PS3 Gof of War III
5 Wii WiiFit Plus com Balance Board
6 Wii Wii Sports Resort com MotionPlus
7 DS Pokémon HeartGold
8 X360 Call of Duty: Modern Warfare 2
9 Wii Just Dance
10 Wii Super Mario Galaxy 2





TOP 10 NO 1º SEM. DE 2010 POR PLATAFORMAS COMBINADAS
1 X360, PS3 Red Dead Redemption
2 Wii New Super Mario Bros. Wii
3 X360, PS3 Call of Duty: Modern Warfare 2
4 X360, PS3 Battlefield: Bad Company 2
5 Wii WiiFit Plus com Balance Board

"FIFA 11" pede Core 2 Duo de 2,4 GHz e Nvidia 8800 GT no PC.


A Electronic Arts anunciou as configurações de PC necessárias para rodar "FIFA 11", próxima edição do simulador de futebol que tem a chancela da entidade máxima do esporte.

No PC, o game marca a estreia de um novo motor gráfico, que promete deixar o visual muito mais bonito que as edições anteriores. Mas o título não pede uma configuração considerada avançada para os padrões atuais: um processador Core 2 Duo de 2,4 GHz e uma placa Nvidia 8800 GT (ou equivalentes).

Em resposta às reclamações dos jogadores sobre o que foi apelidado de "passe de pinball" em "FIFA 10", a companhia inventou o "passe profissional" para a versão deste ano, permitindo que o usuário controle o peso de seus lançamentos.

Isso significa que é necessário levar em consideração a especialidade, talento e forma física do atleta que estiver controlando - zagueiros, por exemplo, estão menos aptos a acertarem bolas em lançamentos longos, salvo por raras exceções. Aliás, o passe e efeito na bola são alguns dos elementos que a Electronic Arts está dando especial atenção.

"FIFA 11" ainda traz chutes com efeito como o "driven lob" (um chute forte com rotação para frente que cai rapidamente, que parece ideal para faltas que superam barreiras) e bolas enfiadas com rotação inversa, ou seja, com tendência de amortecer a velocidade quando toca no chão - sugere um passe rápido, mas tende a não chegar "quadrado" para o companheiro.

O game está sendo produzido pela EA Canada e tem lançamento agendado para 28 de setembro na América do Norte. O simulador de futebol prevê edições também Xbox 360, PlayStation 3, PlayStation 2, Wii (esta edição sai em 4 de outubro), PSP e Nintendo DS.

Veja a configuração recomendada para o game:

Sistema operacional: Windows XP, Vista ou Windows 7
Processador: Intel Core 2 Duo de 2,4 GHz
Memória: 1 GB (2 GB no Vista e Windows 7)
Placa de vídeo: compatível com DirectX 9.0c e Shader Model 3.0, com 256 MB de memória (Nvidia 8800 GT ou ATI HD 3870)
Placa de som: compatível com DirectX 9.0c
Espaço em disco rígido:não divulgado

Para analista, preço do Kinect é muito alto para jogadores tradicionais.


Michael Pachter, analista da empresa Wedbush Morgan Securities, afirmou que o preço do Kinect, anunciado oficialmente ontem pela Microsoft, é muito alto para ter grande êxito entre os jogadores "hardcore" (que tem os games como hobby principal), mas que um corte no preço no futuro poderia mudar esse prospecto.

O periférico é composto de câmeras e microfones, e possui tecnologias que permitem capturar o movimento e a expressão facial do jogador, permitindo controlar sem usar um controle, apenas com gestos do corpo (além de comandos de voz).

Mesmo com esse preço, porém, o analista acredita que o dispositivo terá um "sucesso moderado", mas não chegará a se equiparar com o mercado da Nintendo, que atualmente domina o segmento casual com o Wii.

A empresa anunciou nesta terça-feira (20) o preço de lançamento do Kinect nos Estados Unidos: US$ 149,99 (o acessório inclui também o game "Kinect Adventures"). Além disso, a companhia anunciou uma edição de 4 GB do Xbox 360 por US$ 199,99 e um pacote incluindo este console, um Kinect e "Kinect Adventures" por US$ 299,99.

"O pacote do Kinect custa apenas US$ 100 a mais que o custo de um console separado, então eles podem se permitir vender o Kinect por US$ 100", disse Pachter ao site Computer & Videogames.

"[E também] o preço do Kinect individual é muito alto, e os jogadores 'hardcore' ficarão longe por causa do preço. Minha impressão é que muitos jogadores 'hardcore' vão esperar, mas que 5% a 10% vão comprar. Isso sugere 2 a 4 milhões de unidades individuais [vendidas]", disse.

Cifras

"O lance é que se eles puderem cortar o preço do novo console [aquele compacto, com 250 GB de disco rígido] e empacotá-lo com o Kinect por mais US$ 100, poderíamos ver um pacote de US$ 350 no ano que vem. Isso iria prover uma vantagem sobre a Sony. No atual preço, eles têm uma vantagem de apenas US$ 30, dado que o custo total de um pacote completo do Move é US$ 180 e o custo total de um Kinect individual é US$ 150", acrescentou.

"Eu não vejo uma ameaça significativa ao Wii com esses preços. O custo total de um pacote arcade é US$ 299, US$ 100 acima do Wii, embora algumas pessoas vão considerar isso atraente. O custo total de um PlayStation 3 mais um pacote completo do Move é US$ 479; US$ 399 para o PS3, jogo, Move e PlayStationEye, mais US$ 80 por um Move extra e um Navigation Controller. Por esse preço, não é particularmente competitivo com o Wii.

"Eu acho que tanto o Kinect quanto o Move estão com preços muito altos para agitarem a indústria inteira, mas acho que ambos vão vender modestamente bem". O PlayStation Move está previsto para sair em 19 de setembro nos Estados Unidos, enquanto o Kinect chega em 4 de novembr

Primeiras impressões: com jogo rápido, "Medal of Honor" busca identidade própria.



A série "Medal of Honor" foi referência em jogos de tiro em primeira pessoa desde o surgimento, em 1999. Idealizado pelo cineasta Steven Spielberg, o game transmitia ao jogador a mesma sensação cinematográfica de filmes como "O Resgate do Soldado Ryan".

O cenário e as batalhas da Segunda Guerra foram explorados até a exaustão pela franquia e por muitos outros jogos desde então. Com o sucesso do rival "Call of Duty" com sua abordagem moderna para os jogos de tiro, a EA viu-se obrigada a revitalizar "Medal of Honor".

A EA Los Angeles continua no comando da campanha principal, mas a modalidade multiplayer, tão importante na atual geração, está nas mãos da DICE, os desenvolvedores veteranos da franquia "Battlefield".

Familiar até certo ponto

A DICE aplicou seu conhecimento na área para proporcionar uma experiência envolvente. A semelhança com o recente "Bad Company 2" é percebida no sistema de captura de objetivos e na possibilidade de destruir partes do cenário, cortesia do motor gráfico Frostbyte.

O sistema de classes é mais limitado, sem um médico, por exemplo, eo s controles são diferentes e há mais espaço para bancar o Rambo do que em qualquer "Battlefield". Trabalho em equipe é importante, mas um jogador ousado pode salvar o dia em "Medal of Honor".

Outra comparação óbvia é com o arrasa-quarteirão "Modern Warfare 2" e, nesse caso, "Medal of Honor" não consegue esconder as semelhanças, seja no arsenal, nos acessórios que podem ser conectados às armas ou na velocidade das partidas.

O Afeganistão, cenário dos dois mapas disponíveis no beta, com uma Cabul arruinada e um vale montanhoso, parece genérico em um primeiro momento, mas é preciso admitir que ambos são bem elaborados, com efeitos de luz e fumaça excelentes. O terreno pode ser deformado com granadas ou foguetes, mas o resultado não faz muita diferença.

A morte é uma certeza em "Medal of Honor", como é em tantos jogos de tiro em primeira pessoa. Até decorar os mapas e descobrir as melhores rotas e estratégias, o jogador vai tombar inúmeras vezes. Por sorte, não há tantas variáveis quanto em outros jogos, ao menos a princípio. A simplicidade das classes - assalto, operações especiais e atirador de elite - facilita a escolha e organização de táticas em equipe.

O mapa Helmand Valley é espaçoso e times que trabalham juntos levam vantagem aqui. O objetivo é conquistar ou defender um ponto estratégico em uma parte elevada do mapa. O segundo mapa, Kabul City Ruins, é bem menor e mais apropriado para jogadores cautelosos, que se escondem e avançam sozinhos contra inimigos desprevinidos.

Vale destacar o uso do radar em "Medal of Honor". A ferramenta está sempre ativa e indica a direção dos inimigos nas redondezas. Parece injusto, mas, na prática, isso torna as partidas mais divertidas, com combates constantes.

Os controles respondem bem, mas a ausência da opção para deitar-se no chão e rastejar é estranha, ainda mais em Kabul City, onde não ser visto pelo inimigo é tão importante quanto acertar o tiro. A mira com a alavanca analógica também parece menos precisa do que em outros jogos. A morte, tão frequente no jogo, é acompanhada de uma animação estranha, que corta o ritmo da partida, quando a tela congela por um instante antes de mostrar o corpo caindo. Uma escolha de design, sem dúvida, mas que incomoda depois de um tempo.

Outra decisão ruim dos produtores é que os últimos tiros disparados antes da morte não são considerados. Jogue uma granada sobre os oponentes antes de cair e nada acontecerá.É bom lembrar que a versão testada ainda está em desenvolvimento.


Área destruída da cidade de Cabul é cenário para as batalhas do game

Medal of Honor" é um jogo que luta para encontrar sua identidade. A DICE já mostrou que não está produzindo um clone de "Battlefield", nem uma simples cópia de "Modern Warfare 2". É cedo para dizer que "Medal of Honor" vai recuperar o lugar de prestígio que já ocupou entre os jogos de guerra. O jogo precisa de ajustes, mas não há dúvidas que está no caminho certo.

Sistema de conquista do Xbox 360 não previa aviso nem campainha.


A alegria de muitos hoje é ouvir o pequeno som emitido todas as vezes que o seu Xbox 360 avisa sobre uma nova conquista. A busca pelos "achievements" permitiu não só uma competição pessoal entre usuários, mas também elaborou todo um esquema extra de desafios, de forma a prolongar a vida útil dos jogos. Mas como surgiu a ideia de incluir o sistema?

Na verdade, a Microsoft não deu muita importância para o funcionamento do sistema de aquisição de conquistas. Estas e outras informações, inclusive sobre a sua estrutura em nível de código, foram reveladas por Vince Curley, um dos responsáveis pela Xbox Live e arquiteto da plataforma.

Em uma atualização no blog Xbox Engineering, o programador explicou que no início o funcionamento dos achievements ainda era feito sem uma padronização. Nem mesmo o sistema de notificação, acompanhado da agora famosa campainha, estavam nos planos iniciais.

Para entender melhor como funciona o sistema e até mesmo conhecer um pouco do código-fonte que envolve o procedimento, basta acessar o blog de Curley, clicando neste link (em inglês).

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Maquina do tempo (08)

Beleza amigos da midia jogos,vamos lembrar os velhos tempos do Atari, vou falar do Jogo(RIVER RAID),Curtam o vídeo e comentem o jogo.



Quer Participar do "Espaço do Internauta"? Envie seu vídeo para midiajogos@yahoo.com.

"Fable II" foi feito às pressas, admite criador.


Exclusivo para Xbox 360, o RPG "Fable II" foi "terrivelmente confuso", "feito às pressas" e sofria com "enormes falhas de design", admitiu o game designer Peter Molyneux, criador da série.

Durante a Develop Conference em Brighton, o chefe da Lionhead Studios comentou uma lista de aspectos que ele odiou em "Fable II", antes de dizer aos presentes como "Fable III" vai ser melhor com relação a eles.

"'Fable II', sejamos honestos, tinha algumas coisas terrivelmente confusas", reconheceu. "Metade disso, sendo franco de novo, foi porque corremos na fase final e nós tínhamos essa terrível fase em que, o mundo parece bonito assim, com tantas funções de jogo, e então, lentamente se começou a ficar menos bonito".

"Em 'Fable II' tínhamos, em um ponto, 67 mil bugs [erros no programa]. O time de controle de qualidade nos classificou como superpreto. Ninguém tinha sido classificado assim antes. Normalmente são vermelho, laranja ou verde. Mas éramos superpretos. Eles disseram que era totalmente impossível para alguém chegar a superpreto", revelou.

"É por isso que tivemos que reduzir o que tínhamos. Mas, para ser honesto com você, também havia imensas falhas de design em 'Fable II'". Molyneux disse que a Lionhead falhou em se concentrar nos pontos mais importantes de "Fable II". Segundo uma pesquisa, os jogadores usaram apenas 60% do conteúdo do jogo. "Foi simplesmente uma coisa doida para se fazer", disse.

Mulheres 'russas'

Um dos aspectos que mais deixaram Molyneux descontente foi o mapa de "Fable II": "Isso foi entediante e chato e ninguém sequer sabia que havia um mapa". As personagens femininas também não agradaram. "Em 'Fable II', todas as nossas mulheres pareciam como arremessadoras de peso russas". Em "Fable III", a interface 2D foi alterada por um espaço 3D chamado The Sanctuary. E as mulheres do jogo "tem curvas e detalhes suaves".

A crítica foi quase unânime em relação a um problema de "Fable II" que a Lionhead tentou corrigir a tempo sem sucesso: tempo de carregamento. "Eu odeio loading. Eu realmente odeio. Eu sei que os jornalistas - pessoas maravilhosas que elas são - vão nos criticar por causa do loading. Nós tentamos minimizá-lo o máximo possível".

"Mas nós tivemos um grande problema. Porque muito do nosso mundo é persistente, não podemos arcar com a memória. Tentamos e experimentamos com streaming [fluxo contínuo], mas não conseguimos fazer funcionar". Ao que parece, há uma dedicação maior com "Fable III", que está programado para sair no PC e Xbox 360 em 26 de outubro.

domingo, 18 de julho de 2010

"Lara Croft and the Guardian of Light" será exclusivo por 4 semanas para X360.


A exclusividade do novo "Lara Croft and the Guardian of Light" dura quatro semanas no console da Microsoft. A informação foi confirmada por Karl Stewart, executivo da Crystal Dynamics, durante uma entrevista cedida ao site Eurogamer.

"Será exclusivo por quatro semanas, na verdade. O acordo com a Microsoft foi, para participar do bem sucedido Summer of Arcade, período promocional na Live, ele fosse exclusivo. Mas essa exclusividade só dura quatro semanas", confirmou.

O game promete novidades na mecânica de jogo, que agora possui visão isométrica e conta com modo cooperativo para até duas pessoas, online ou offline. Um dos jogadores controla Lara, enquanto o outro fica no controle de Totec, novo parceiro da heroína. Darrell Gallagher, diretor geral da produtora Crystal Dynamics, disse em comunicado oficial que "este é um promissor projeto do estúdio, que criou algo novo e muito diferente do que as pessoas estão esperando".

Seu lançamento oficial está confirmado para o dia 18 de agosto na Live, e, portanto, edições para outras plataformas estão livres para sair a partir de 15 de setembro. Esse dia cai numa quarta-feira e, como as atualizações da PlayStation Network acontece às terças, o lançamento do jogo pode demorar mais uma semana no console da Sony.

Produtora de "God of War" para PSP demite 13 funcionários.


A produtora Ready at Dawn confirmou em seu site oficial a demissão de 13 funcionários esta semana. Com escritório na Califórnia, o estúdio é responsável, entre outros projetos, pelas duas versões de "God of War" para PSP, incluindo o vindouro "Ghost of Sparta".

Mais cedo, chegou-se a cogitar que o número de demitidos chegava a 50, incluindo contratados, mas o presidente da companhia, Didier Malenfant, esclareceu ao site Joystiq que "os números no site estão incorretos, é por isso que esclarecemos logo para impedir que rumores estúpidos comecem a voar".

A declaração oficial alega que as demissões são os infortúnios causados pela independência da empresa. "Não podemos simplesmente mantê-los a bordo enquanto um projeto termina e outro só está começando".

Em princípio, os 13 demitidos trabalharam no estúdio desde os primeiros dias, trabalhando em jogos como "Daxter" e "God of War: Chains of Olympus", de acordo com o site Joystiq, citando uma fonte interna. Apenas quatro pessoas que participaram do segundo permanecem na equipe.

Produtor comenta melhorias nos controles de "Killzone 3"



O site oficial de "Killzone 3" trouxe em recente atualização uma explicação detalhada sobre um dos mais importantes aspectos do desenvolvimento do jogo: seus controles.

De acordo com Mathijs de Jonge, diretor do projeto, o objetivo da equipe de desenvolvimento é ouvir as sugestões feitas pelos usuários de "Killzone 2", tentando unir a sensação de peso original com uma melhor resposta dos comandos.

"No momento estamos trabalhando no sistema, mas definitivamente estamos chegando lá. Nós recalibramos a Dead Zone para que tenha uma resposta mais rápida e menos atraso, resultando em maior precisão. E o melhor, nós conseguimos manter aquela sensação de peso das armas presente em 'Killzone 2', algo que não está presente nos outros jogos do gênero. Mal posso esperar para que as pessoas possam testar o novo sistema", afirmou de Jonge.

O conceito de Dead Zone está relacionado à quantidade de movimento que o jogador precisa fazer nos analógicos para que os movimentos sejam registrados pelo jogo. Ao otimizar o sistema, o game passa a oferecer comandos mais dinâmicos e precisão nos movimentos, fatores imprescindíveis em um jogo de tiro em primeira pessoa.

Já a sensação de peso das armas estará relacionada à animação do personagem e ao movimento da câmera, sob a promessa de que tais fatores não interfiram diretamente na mecânica.

Rockstar demite 40 funcionários do time de "Red Dead Redemption"


De acordo com fontes ligadas à Rockstar, cerca de 40 empregados do estúdio San Diego foram demitidos nos últimos dias.

Eles estariam ligados ao desenvolvimento de "Red Dead Redemption", título que já vendeu mais de 1.5 milhão de cópias, se estabelecendo como um dos grandes sucessos deste ano.

O desenvolvimento de "Red Dead Redemption" foi cercado de muitos atrasos e reclamações. Um dos principais acontecimentos ligados ao projeto foi a divulgação de uma suposta carta com declarações de algumas das esposas dos artistas envolvidos. Elas reclamavam que seus maridos estavam trabalhando sob condições desumanas, muitas vezes cumprindo cargas de trabalho estressantes, além de outros problemas.

Em uma resposta oficial, o gerente do estúdio San Diego, Steve Martin, afirmou na ocasião que, como em outros projetos, o time de desenvolvimento acabou crescendo de maneira "flutuante", e que a empresa buscava maneiras para que seus recursos pudessem ser utilizados com mais eficiência. Martin afirma que todos os empregados envolvidos nesta nova leva de demissões serão muito bem tratados e todo o apoio será dado durante o processo.

Para terminar, Martin comentou que até o momento não existem informações sobre uma sequência para "Red Dead Redemption" e que a Rockstar está trabalhando a todo o vapor na próxima leva de material vendido por download no game.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Meu Espaço (05)

Oláaaaaaaaaaaaaaaaa amigos da midia jogos,eu estava sumido um longo tempo sem gravar vídeo,e resolvi fazer essa demonstração do Playstation 2, (DEPOIS DE 4 ANOS SEM USO),Curtam o vídeo e comentem.



Quer Participar do "Espaço do Internauta"? Envie seu vídeo para midiajogos@yahoo.com

Novo pacote de "Forza Motorsport 3" tem carros da McLaren e Mercedes.


A Microsoft lançou por meio do Mercado Xbox Live mais um pacote com carros inéditos para "Forza Morotsport 3". O "World Class Car Pack" inclui 10 novos veículos ao game e custa 400 MS Points (US$ 5).

"Forza Motorsport 3" conta com mais de 400 carros de 50 montadoras e 100 pistas, tudo isso rodando a 60 quadros por segundo de animação. A nova edição traz mais realismo com a introdução de capotagens.

Como o antecessor, o game tem uma modalidade de personalização dos carros, com possibilidade de trocar de veículos entre os usuários. Além disso, há um modo para fazer vídeos do game.

Confira abaixo a lista de carros disponíveis neste novo pacote:

. 2011 McLaren MP4-12C
. 2010 Mercedes-Benz C63 AMG
. 2010 Mercedes-Benz CL 65 AMG
. 2011 Cadillac CTS-V Coupe
. 2010 Fiat Punto Evo SPORT
. 2010 Acura TSX V6
. 2010 Kia Forte Koup SX
. 2011 Mazda 2
. 2011 Citroën DS3
. 2010 Mitsubishi Colt Ralliart

Loja alemã lista X360 com 4GB de memória por cerca de US$ 200.


O site de vendas Amazon da Alemanha listou em pré-venda um modelo do Xbox 360 "Slim de 4GB". O pacote chamado de "Xbox 360 4 GB Arcade System" está com data de lançamento para o dia 20 de agosto.

Apesar de não confirmado, este pacote pode ser o que a Microsoft mencionou durante a E3. Na ocasião, a companhia informou que "versões mais baratas" do novo Xbox 360 estavam programadas, por US$ 200, mas ainda sem data.

O anúncio, contudo, não possui nenhum detalhe a respeito do conteúdo, por isso ainda não se sabe se os 4GB são de memória interna ou por meio de um pendrive. O preço informado é de 148 euros (cerca de US$ 190).

Informações adicionais devem aparecer durante a Gamescom 2010, que ocorre entre os dias 18 e 22 de agosto, em Colônia, Alemanha.

Clássico de Atari, "Haunted House" será modernizado para X360, Wii e PC.


Clássico para Atari 2600, "Haunted House" retorna com gráficos renovados e outras novidades adicionais. Agendado para setembro deste ano, o título chega para Xbox 360, Wii e PC.

O game original foi lançado em 1981 para o velho console e colocava o jogador para controlar dois olhos em uma mansão assombrada. Supostamente, os olhos representavam o personagem do jogador.

A promessa para esta versão renovada é de manter os principais elementos da mecânica de jogo original, que envolve a exploração da mansão apenas com o auxílio de um candelabro, em busca de partes de uma urna mística. Porém, o game também prevê novidades, como níveis maiores, tumbas, catacumbas e itens secretos.

Nenhum detalhe adicional foi revelado, mas o website oficial já foi inaugurado e promete novidades em breve.

Clássicos repaginados

Esta não é a primeira vez que um título do Atari voltou à ativa com novos gráficos e outros elementos inéditos. Outros games como "Pitfall" tiveram diversas versões ao longo dos anos, inclusive com uma recente edição lançada no Wii que apresentava gráficos 3D e controle único devido aos sensores do Wii Remote.

"Gran Turismo 5" em português do Brasil ainda é apenas possibilidade.


Rumores divulgados nos últimos dias na internet apontam que Ricardo Filó, gerente de produtos da divisão PlayStation na Sony Brasil, teria confirmado a presença de português brasileiro como idioma em "Gran Turismo 5".

Contudo, UOL Jogos entrou em contato com o executivo, que afirma nunca ter feito tal anúncio.

De fato, as únicas informações oficialmente confirmadas pela Sony com relação ao lançamento de "Gran Turismo 5" no país foram divulgadas por Mark Stanley, diretor e gerente da Sony para a América Latina, e Anderson Gracias, gerente da divisão PlayStation na Sony Brasil, em conferência realizada em junho, antes da E3, na qual UOL Jogos esteve presente.

"Gran Turismo 5" chega ao Brasil no dia 2 de novembro, mesma data em que o game chega aos Estados Unidos. Há possibilidade de que o título seja totalmente traduzido para o português do Brasil, mas até agora ninguém confirma ou nega a informação.

Na mesma ocasião, o produtor da série, Kazunori Yamauchi, afirmou que haverá versão em português de "GT5", mas a probabilidade é maior de que ele se refira à edição europeia do título, apresentando, portanto, português de Portugal, tal qual aconteceu com jogos mais recentes como "God of War III" e "Uncharted 2".

terça-feira, 13 de julho de 2010

Para criador, "Gran Turismo 5" tem nível para ser jogo de 'PlayStation 4'


A polêmica envolvendo o lançamento de "Gran Turismo 5" está próxima de acabar, mas parece que Kazunori Yamauchi, produtor da série e presidente do estúdio Polyphony Digital, quer fomentar ainda mais este assunto. Para ele, o título "vai além do nível do atual PlayStation 3".

Em entrevista à Official PlayStation Magazine, Yamauchi comentou que "o nível alcançado em 'Gran Turismo 5' se encaixa melhor nas máquinas da próxima geração", se referindo ao provável PlayStation 4, sequer anunciado pela Sony.

O produtor fala ainda a respeito dos 200 veículos "premium" presentes no game, com alto nível de detalhes, danos completos e visão interna do piloto. "Os detalhes vistos nos modelos 'premium' são de um nível que vai muito além do atual PlayStation", disse Yamauchi.

Nesta mesma edição, a matéria de "Gran Turismo 5" dá conta de que o nível de danos nos chamados carros "premium" é de um realismo tão alto que eles "praticamente irão se desintegrar" ao sofrer acidentes mais violentos.

Realismo a toda prova

Como divulgado anteriormente, o game prevê ainda 20 pistas, com 60 configurações de trajeto, além de multiplayer online, álbum de fotos e de replays, inclusive uma opção para publicar os vídeos diretamente no site Youtube. O modo de fotografia permite captar imagens durante a corrida, como antes, mas também há um ambiente específico para isso. O Gran Turismo TV também está de volta, e agora permite ver os vídeos no PSP.

A Sony também confirmou o lançamento do game no Brasil, com o diferencial de ser totalmente traduzido para o nosso idioma. "Gran Turismo 5" tem lançamento mundial marcado para o dia 2 de novembro, exclusivamente no PlayStation 3.

"Alan Wake" manterá interesse contínuo, diz produtora.


A Remedy Entertainment falou ao site Shacknews em defesa de seu mais recente título, "Alan Wake". Para o estúdio, o game obteve sucesso nas críticas e no quesito comercial, justificando que ele foi um título em desenvolvimento por muito tempo e que "foi lançado em um período muito competitivo, com alguns títulos dominando o mercado com um marketing agressivo".

"Alan Wake" foi lançado em 18 de maio e até o final do mesmo mês havia vendido 145 mil unidades, de acordo com dados levantados pelo NPD Group. O número de vendas gerou dúvidas a respeito da qualidade e público do game. Diante do fato, o produtor da Remedy Oskari Häkkinen falou ao site que a companhia vê o título tendo "interesse contínuo" ao longo dos meses e que o thriller psicológico "certamente firmou suas bases".

Häkkinen disse que a estratégia de marketing utilizada pelo game "suporta a ideologia de que 'Alan Wake' não é uma experiência de uma vez só", e que isso gera interesse constante por parte do público. O game foi promovido antes de seu lançamento com curtas-metragens utilizando atores reais e lançados na internet. O site informa que o produtor não respondeu questões a respeito da eventual sobrevida do jogo, como o conteúdo por download, e como ele será impactado pelas vendas atuais.

Escritor em apuros

"Alan Wake" é um "thriller" psicológico da produtora de "Max Payne" em que o jogador controla o personagem que dá nome ao game, um escritor de terror que vê fatos de um livro que ainda não escreveu virar uma apavorante realidade.

O game já está disponível nas lojas, para o Xbox 360. Vale lembrar que quem adquiriu o game em loja recebeu um cupom para baixar "The Signal", o primeiro conteúdo extra que chega no dia 27 de julho, gratuitamente. A promoção, porém, não foi válida no Brasil.

"Vanquish" foi o melhor jogo da E3, diz produtora de "Ratchet & Clank"



"Vanquish" é o nome do novo jogo de ação em terceira pessoa de Shinji Mikami (criador de "Resident Evil"), e para a equipe de produção da Insomniac Games (Ratchet & Clank, Resistance) este foi o melhor título apresentado na última E3.

No blog oficial da empresa, vários empregados escolheram seus jogos preferidos do evento, e título de ação e ficção científica da Sega ficou em primeiro lugar.

Giac Veltri, programador de ferramentas, escolheu o título por seus robôs gigantes controláveis e pelo espetáculo. Já o designer sênior Joel Goodsell explicou sua preferência baseando-se nos elementos principais do jogo: "Armas, explosões, robôs gigantes para pilotar, botas a jato, inimigos gigantes robotizados na forma de aranhas, ação exagerada, garota gostosa com cara de anime tipo bibliotecária me dando ordens".

Por fim, o especialista em comunidade Paul Featherstone teve uma abordagem mais leve e descreveu "Vanquish" como um "exemplo técnico admirável do criador do 'Resident Evil' e o diretor de 'Resident Evil 4' - meu jogo favorito de todos os tempos".

Guerra hi-tech

"Vanquish" é descrito pela produtora como uma mistura de ação e tiro, com alta velocidade e tensão. Na prática, o game lembra o formato de "Gears of War", com visão nas costas do personagem, mas o protagonista também pode desferir socos e chutes.

O jogador controla Sam, um agente da DARPA (Agência de Projetos de Pesquisa de Defesa Avançada, na sigla em inglês), que é enviado a Providence, uma colônia espacial que se tornou o 51º Estado norte-americano, para resolver uma crise.

Terroristas conhecidos como Estrela da Rússia tomaram a estação, e ameaçam fritar Nova York caso suas exigências não sejam atendidas. É aí que Sam entra na jogada, com o pretexto de testar uma armadura de última geração.

Com esse equipamento, o herói pode fazer movimentos sobre-humanos, como poder se deslocar em alta velocidade, com auxílio de jatos. Essa mobilidade aumentada - combinada com um arsenal de ponta - é uma das principais armas do jogador, pois existem inimigos mais vulneráveis a ataques diretos e outros cujo ponto fraco se localiza em locais de difícil acesso.

Aparentemente, pode se esperar um controle que mistura games de tiro tradicional com os de batalha de "mechs". Por fim, o jogador conta com uma modalidade chamada AR (de reação aumentada), em que a ação se passa em câmera lenta e consegue-se acertar o ponto fraco dos inimigos com precisão. Como se pode imaginar, oferece uma vantagem para o jogador, mas, obviamente, não é possível abusar do recurso.

"Vanquish" sai para Xbox 360 e PlayStation 3 em 19 de outubro nos Estados Unidos.